3 razões para marcas usarem contas privadas no Instagram


Em praticamente todas as nossas dicas relacionadas ao Instagram envolvem deixar sua conta como pública. Afinal, é uma maneira mais fácil de atingir um número maior de usuários e diversificados. No entanto, algumas marcas e influenciadores estão começando a usar contas privadas. Ou até mesmo criando novas, já deixando privadas. 

Por mais que adicionar essa barreira aos fãs pareça algo estranho, vem, aos poucos, ganhando força. Por isso, vamos tentar entender o porquê de tal escolha. 

Sabemos que, ao passar sua conta para privada significa que apenas pessoas que você autoriza seguir podem ver e interagir com seus conteúdos. Mesmo que você esteja utilizando hashtags populares, seus posts ainda estarão bloqueados. O que significa que os não-seguidores precisarão pedir permissão para consumir seu conteúdo. 

A conta de memes Couplesnote, por exemplo, mudou recentemente para privada. Mesma coisa com a marca Everlane, que lançou novas contas, porém todas particulares. 

Em entrevista à revista The Atlantic, o americano Reid Hailey, fundador da agência Doing Things (responsável por gerenciar contas do Instagram), contou que, quando uma de suas contas era pública, crescia a uma taxa de dez mil novos seguidores semanalmente. Por sua vez, quando Hailey passou para privada, o número saltou para 100 mil

Para ele, essa é uma maneira de mudar o algoritmo da rede e estagnar as contagens de seguidores. “Se você é público, as pessoas veem suas coisas e não sentem a necessidade de segui-lo. Não se tornou uma coisa mainstream até que o algortimo começou a bater forte”, explica. 

Agora, vamos entender os principais benefícios que essa mudança pode gerar. 

1 – Foco no nicho 

Toda essa transformação nada mais é do que o resultado da tendência mais ampla de usuários. E de marcas se aproximarem de grupos menores e mais fechados. Há também uma questão de passar a sensação de pertencer a um grupo especial. Afinal, ao limitar a quantidade de pessoas que podem ver suas postagens, a marca sugere ao público que o conteúdo é personalizado para eles. 

Além de passar a sensação de que a marca se importa mais com um conteúdo de qualidade ao invés do alcance.

2 – Exclusividade 

É inevitável que a geração atual vive constantemente o FOMO (Fear of missing out). O termo é usado para explicar “uma percepção generalizada de que os outros possam estar tendo experiências gratificantes das quais se está ausente”. Quem utiliza o Instagram passa por essa sensação ao ver os stories de pessoas em festas ou fotos do seu ídolo em uma ilha paradisíaca. 

E as marcas podem se aproveitar disso, até porque todos querem fazer parte de tudo. A privacidade do grupo ajuda a fazer os seguidores atuais se sentirem valorizados. E também deixa os “não-seguidores” curiosos sobre o que é divulgado na conta. 

A estratégia das contas privadas pode ser muito bem aproveitada em lançamentos de novos produtos, por exemplo. No caso, a marca recompensa os seguidores mais leais e dá aos novatos um motivo para seguir

Leia também: 7 dicas para melhorar seus anúncios no Instagram

3 – Maior controle 

Conversando com a questão do nicho, ao manter contas privadas, é possível cultivar o tipo de seguidores que a marca quiser. Para as marcas, as redes sociais devem ser sobre conexões genuínas. No entanto também funcionam para oferecer valores. Por sua própria definição, as redes sociais são públicas. Mas os fãs podem não estar dispostos a dar feedback sincero ou compartilhar a mesma conexão em espaços abertos

Nas contas privadas é possível dar à marca o controle necessário para conseguir construir de maneira mais honesta as conexões genuínas. E ainda oferecer valores em nível 1:1. Além disso, o controle sobre os trolls e sobre usuários grosseiros é maior.

Conta privada não é para todos 

Apesar de mostramos as principais vantagens da privacidade da conta, pode ser que ela não encaixe no objetivo da sua. Por exemplo, caso sua conta seja comercial, será precisa abdicar de seus sistemas de análises e também da capacidade de exibir anúncios e promover conteúdos.

É importante que o Instagram não permita que contas empresariais se tornem privadas. Isso sugere que não é uma tendência que eles querem promover. O que pode significar possíveis penalidades.

Outra situação negativa que a ação pode causar é a relação com a marca. Mudar para o privado corre o risco de incomodar as pessoas. Aceitar a solicitação de alguém é especialmente verdadeiro, apenas para que ela descubra se seu conteúdo é o que ela estava procurando. Nisso, algumas pessoas podem se sentir levadas a segui-lo e passar a sentir um desagrado a longo prazo. 

FONTE