Aprenda a deletar seus tweets antigos em poucos passos


Por mais que existam discussões sobre a atual situação do Twitter, é inevitável dizer que a rede fez muito barulho ultimamente.De youtubers a diretores de cinema, o Twitter se mostrou um ambiente de passados sombrios. Então agora é hora de aprender a deletar seus tweets antigos.

Na semana passada, o diretor americano James Gunn foi contratado pela Warner depois de três meses da polêmica com seus tweets que o fez ser demitido da Marvel.

Em julho, tweets de 2012 do diretor foram desenterrados e traziam conteúdos inapropriados. A Disney, então, decidiu afastar o profissional da empresa.

O mesmo aconteceu com diversos youtubers brasileiros, que tiveram suas contas analisadas, fazendo com que perdessem fãs e patrocínios. Sabemos que pessoas mudam e muitos procuram apagar seus passados obscuros. Como o Twitter se mostrou um ambiente recheado de conteúdos sombrios, descubra agora como deletar seus tweets antigos.

Controle seu passado

Falar coisas inapropriadas, seja atualmente ou antigamente, não é justificável. Mas sabemos que o que somos hoje não se equivale ao que éramos ontem.

Portanto, mudamos como agimos e pensamos. Outro fator é que, por ser um texto curto, pode ocorrer interpretações erradas sobre o contexto da publicação.

Contudo, o que aconteceu com pessoas famosas, pode também acontecer com você, ainda iniciante. Por isso, vou mostrar como fazer o download e deletar seus tweets antigos. Sem precisar compartilhar dados.

Leia também: Entenda a importância da sua reputação como influenciador

Apesar da existência de serviços e aplicativos que fazem isso por você, é um tanto arriscado entregar seus dados. Este texto, então, vai mostrar como deletar seus tweets anteriores a uma determinada data, usando um script Python simples.

Caso você tenha um carinho pelos tweets antigos, é possível apaga-los um por um, mas pode levar horas – ou dias. As etapas a seguir ainda não foram testadas em Linux ou Windows, apenas em MacOS.

Passo 1: Backup pessoal dos tweets

A primeira coisa a se fazer, neste caso, é criar um backup específico de todas as suas publicações. O Twitter permite exportar facilmente todos os seus últimos tweets em um arquivo CSV. Para fazer isso, vá até a seção Seus Dados do Twitter, nas configurações.

Para solicitar seus dados, será preciso colocar sua senha. Nisso, um arquivo zip será baixado e você descompacta-la. Você pode abrir um index.html em um navegador e verá uma interface de usuário na qual poderá percorrer seus tweets por mês e ano.

Passo 2: Instalar biblioteca Python

Entre em sua linha de comando e execute o comando: git clone git@github.com:QuincyLarson/delete-tweets.git. Vá até o diretório recém-criado e coloque: cd delete-tweets.

Certifique-se de ter o gerenciador de pacotes Python (PIP) instalado. Vá até https://bootstrap.pypa.io/get-pip.py -o get-pip.py. Agora é possível instalar as dependências da biblioteca: pip -r requirements.txt.

Passo 3: Chaves da API do Twitter

Vá para o endereço https://apps.twitter.com/app/new e preencha o formulário colocando qualquer informação. A única pessoa que vai usar este aplicativo é você.

Na conta recém-criado, vá em Chaves e Tokens de Acesso. Em seguida, clique em Criar Meu Token de Acesso.  Agora, use seu editor de texto e abra o arquivo deletetweets.py.

Você vai copiar e colar manualmente as chaves até a linha 54. Salve o arquivo e saia. Lembra que no primeiro passo você baixou um backup especial com os últimos tweets? Agora copie o arquivo tweets.csv dessa pasta para sua nova pasta de tweets de exclusão. Ele substituirá o arquivo tweets.csv de espaço reservado.

Passo 4: Deletar seus tweets

Neste ponto, defina a sua data limite. Ou seja, todos os tweets anteriores a data escolhida, serão apagados. Por exemplo, se sua data limite for 15/10/2010, você usa o comando python deletetweets.py -d 2010-10-15.

O script começará com essa data e entrará em ordem cronológica inversa, excluindo um tweet a cada segundo. No final, será informado quantos tweets foram excluídos.

Leia também: A importância de crossmedia para o youtuber

FONTE