Casamento: como influencers criam conteúdo com base na data


O trabalho de digital influencer, muitas vezes, implica em compartilhar um estilo de vida com os seguidores. Nas redes sociais, cria-se um vínculo com quem acompanha de perto os acontecimentos da vida de quem posta. E, por isso, falar de eventos importantes, como o casamento, acaba sendo algo natural.

Recentemente a mídia acompanhou o casamento de Carlinhos Maia e Lucas Guimarães. Com transmissão ao vivo pelo Instagram, a live teve mais de 2,7 milhões de espectadores. O dado reforça que falar sobre o casamento de uma pessoa que acompanhamos, no caso digital influencers, é um assunto que pode render. E muito.

As influenciadoras Paloma Soares e Jessica Melo também criaram conteúdo com base no próprio casamento e contam como foi o processo. Confira.

Demanda que vem dos seguidores

A youtuber e blogueira Paloma Soares explica o intuito de suas redes sociais: “compartilhar um pouco da minha rotina, meus conhecimentos e experiências diárias”. No YouTube, Paloma aborda assuntos como moda, beleza, lifestyle, culinária e comportamento.

Já a youtuber Jessica Melo cria conteúdo com foco em dicas para cabelos cacheados. “Compartilho sobre tudo da minha vida nele. Então tudo o que acontece de importante com certeza estará lá”, diz.

Por conta dos assuntos que elas costumam abordar, os seguidores já esperavam que as influenciadoras falassem de seus casamentos. “Quando iniciei meu canal estava noiva e sempre compartilhei um pouco sobre o assunto e via que meus seguidores curtiram. Quando me casei, o interesse foi maior e aí fiz questão de sempre compartilhar sobre esse universo”, conta Paloma.

Jessica também já esperava criar conteúdo sobre a data. “Meus seguidores pediram muito para eu postar tudo antes mesmo de eu começar a compartilhar”, explica. Por isso, a influenciadora já imaginava que postaria detalhes sobre o evento.

Criando conteúdo com base no casamento

Youtubers Jessica Melo (esquerda) e Paloma Soares (direita)

Tanto Paloma Soares quanto Jessica Melo contam que o processo de falar sobre o próprio casamento no YouTube foi natural.

“Como eu sempre trouxe meu público para perto de mim, mostrando minha vida, minha realidade, foi bem normal inserir o assunto. Quando a gente cria essa proximidade com o público, cria-se uma amizade virtual, uma conexão com eles. E isso faz toda a diferença”, explica Jessica.

Paloma conta que o retorno que seus seguidores davam a norteava nas escolhas. “Sempre criei o conteúdo de acordo com o feedback deles sobre o assunto. Via que curtiam e então compartilhava esse conteúdo”.

O que compartilhar?

Por se tratar de um momento pessoal, alguns influenciadores separam o que vão mostrar aos seguidores e o que vão manter em privacidade.

Paloma optou por não mostrar todos os detalhes. “Algumas coisas eu quis manter em off. Mas mostrei muito dos preparativos, até mesmo alguns DIYs*”, diz.

Já Jessica se sentiu confortável para compartilhar tudo: dificuldades, escolhas, valores, dicas. E justifica a opção: “Tudo pode servir como base para quem me acompanha e ajudar, de alguma forma, quem está passando pelo mesmo momento ou vai passar um dia”.

Jessica compartilhou dicas para quem quer casar e não tem muita grana. A youtuber também mostrou alguns DIYs e dicas de cuidados com a pele.

Mostrando o cônjuge para os seguidores

A decisão de ser influenciador digital envolve a exposição da própria imagem nas redes sociais. Quando se cria conteúdo sobre o casamento, ou mesmo sobre a cerimônia, essa decisão passa a envolver outra pessoa: o(a) cônjuge.

“Meu esposo sempre foi bem tímido. No início, ele só ficava nos bastidores e eu sempre respeitei esse limite. Mas, como tudo na vida, ele foi se acostumando e hoje se dá super bem com essa exposição”, diz Paloma.

Hoje ela e o marido Leandro são sócios e trabalham juntos com uma loja online, além das mídias sociais.

“Para mim foi algo normal mostrar meu esposo”, conta Jessica. “Ele já aparecia comigo nas redes há muito tempo, desde que eu comecei nesse meio. Ele não gosta muito de se expor também e eu respeito o espaço dele. Por isso ele só aparece quando se sente bem”.

No entanto, ela ressalta que os seguidores sentem falta quando o marido Junior não está presente. “É engraçado, quando ele não aparece meu público pergunta se estamos bem. Já recebi até um ‘se separou?’ apenas por ele não aparecer numa rede social, rs. Que loucura né?”, brinca.

Parceria com marcas

Por ser um momento aguardado por quem acompanha o influenciador, a ocasião pode ser boa para parceria com marcas. E foi exatamente o que Jessica Melo fez.

“Tivemos algumas grandes parcerias para o dia do casamento, o que possibilitou ser tão lindo como foi. E contei tudo para meus seguidores: o que era e o que não era parceria”, diz.

No entanto, ela ressalta que, mesmo com o envolvimento das marcas, as escolhas foram motivadas por identificação com as empresas e o serviço prestado por elas. “Isso tornou tudo muito natural e sincero”, conta.

Já o casamento de Paloma Soares aconteceu em 2013, quando a youtuber ainda estava construindo sua carreira. “Na época não [fechei parcerias com marcas], até porque foi logo que eu iniciei no meio digital. Era tudo novidade ainda”.

Dicas para digital influencers

E, para quem está pensando em criar conteúdo com base no casamento, Paloma e Jessica dão algumas dicas:

Conteúdo prático

“As melhores dicas são as que envolvem economia e como fazer os próprios itens de casamento. Ajudam demais a economizar, além de dar um toque pessoal do casal.” – Jessica

Útil para seguidores e para o próprio influenciador

“O casamento é uma data única, incrível e inesquecível. Não é só compartilhar, mas tudo que gravamos para criar conteúdo se torna memória pra assistirmos futuramente.” – Paloma

Mostrar possibilidades

“O que se economiza de um lado ajuda a conseguir algo bacana do outro. Por exemplo buffet e casa, que são os mais caros.” – Jessica

O que inspira e ensina

“Compartilhem tudo que acharem legal, detalhes que possam inspirar outras noivinhas e até mesmo situações de aprendizagem que farão diferença para quem está assistindo.” – Paloma

* Do It Yourself ou Faça Você Mesmo

Fontes: Revista Quem