Como Jovem Nerd virou influenciador de sucesso


Alexandre Ottoni, o Jovem Nerd, ao lado de Deive Pazos, o Azaghal, criaram o blog Jovem Nerd, em 2002. E isso nos primórdios da internet. Hoje, Jovem Nerd é mais que o apelido de Ottoni, é uma das marcas mais lucrativas do Brasil.

Além disso, Ottoni é um dos youtubers mais influentes do país. A influência é mais do que ser famoso, ser influente é algo qualitativo. Youtubers influentes mudam ou estabelecem hábitos na vida do público.

E para isso, não precisam ter dezenas de milhões de inscritos. Basta ter um público engajado com conteúdo, imagem e personalidade.

Não existe alguém que ilustre melhor isso do que o Jovem Nerd. Seu canal com 2 milhões de inscritos está longe de figurar entre os maiores canais brasileiros. No entanto, o seu público é engajado com o que ele produz.

Além do canal e do blog, a marca Jovem Nerd tem outras vertentes na loja Nerd Store e no podcast Nerdcast. A loja de sua marca é uma das mais bem sucedidas da internet e o Nerdcast é o maior podcast do Brasil.

Fazer o público gastar em produtos da marca do influenciador é um dos maiores sinais de influência. O mesmo acontece com o podcast. Essa mídia vem crescendo muito no Brasil. Porém como é necessário download e a maioria dos programas são longos, ainda não compete com outras plataformas, como o YouTube.

Só uma das pessoas mais influentes do Brasil conseguiria ter o maior podcast do país. Uma pesquisa da Ipsos, empresa de consultoria de mercados, avaliou quem são as pessoas mais famosas e as mais influentes do Brasil. Ela também analisou o mesmo para bloggers e instagrammers. Nela, Ottoni aparece como 5º youtuber mais influente do Brasil, mesmo sem figurar entre os mais famosos.

Por que o Jovem Nerd é bem sucedido?

É possível que pessoas acreditem que o sucesso da empresa esteja atrelada ao momento em que eles começaram. Por ter início em uma época que muito menos gente produzia conteúdo, era mais fácil se tornar conhecido.

Mas esse está longe de ser o único motivo. Até porque muitas pessoas que começaram na mesma época não mantiveram a qualidade e pararam ou deixaram de crescer. Por isso, vejamos quais são as reais razões:

Renovação e adequação

Em todas as mídias, o Jovem Nerd tenta renovar o seu conteúdo e se adequar ao momento em que vive. Um bom exemplo disso é o novo quadro “Queimando a Língua com o Sr. K”. Ele é inspirado em um canal americano e traz para o Brasil um conteúdo que nunca foi feito dessa forma por aqui.

Diversificar o conteúdo

O canal do YouTube e podcast contam com vários quadros que abordam diversos temas diferentes. Porém, todos os temas são direcionados para o público geek/nerd.

Público definido

São “apenas” 2 milhões de inscritos no YouTube, mas com um público engajado e uma retenção altíssima. Isso acontece porque eles souberam definir o seu público desde o início.

Carisma, humor e confiança

Jovem Nerd e Azaghal são duas personalidades que esbanjam carisma e humor, algo necessário no YouTube. Além disso, eles são pessoas iguais ao seu público, com os mesmos gostos de consumo principalmente. Ou seja, eles são dois nerds falando para uma legião nerd, o que cria identidade do público com os influenciadores.

Qualidade de vídeo

Outro diferencial é a qualidade do vídeo. Não só cenário, câmera e enquadramento, mas a edição aqui é fundamental. E isso graças a parceria eterna com o Gaveta e sua produtora Gaveta Filmes.

Conteúdo

E por último o mais importante: conteúdo. O Jovem Nerd traz humor, opinião e informação na medida certa. O conteúdo é tão bom que consegue manter o público assistindo vídeos de mais de 20 minutos e escutando podcasts que ultrapassam 1 hora.