Dicas para fazer vídeo vertical no stories do Instagram


Como produtor de conteúdo audiovisual é bom estar antenado e preparado para novos formatos. E o formato clássico do YouTube está dividido com o formato de vídeo vertical no Instagram, com os stories e com o IGTV. Por ser difícil adaptar seu conteúdo de proporção 16:9 (do YouTube), esse texto vai dar algumas dicas para facilitar a produção do seu vídeo nesses formatos.

O primeiro passo

Antes de qualquer coisa, já bate aquela dúvida sobre se a melhor escolha é usar uma câmera ou diretamente o celular, não é? A resposta é que, na verdade, hoje em dia não faz tanta diferença. A qualidade de alguns celulares chegam a superar de algumas câmeras.

Outro fator do vídeo vertical está também na transferência. Dependendo do conteúdo, é muito mais rápido gravar e editar com o próprio celular para soltar na rede social diretamente. Depois da ferramenta escolhida, pense no conteúdo. Procure trazer algo diferente para a plataforma, no caso, para qualquer uma das duas. Só assim, o público vai enxergar em você diferença de outros produtores e passar a te acompanhar com mais frequência.

Produza algo rápido e dinâmico. No caso do stories, ele nem permite estender muito o tempo. Então faça algo que chame a atenção para aquele conteúdo, que seja algo relevante e apresentado de forma rápida. Não pense que mesmo interessante, seu conteúdo de dez minutos irá prender a atenção do seu espectador. Afinal, com a tela na vertical, ele tem um menor espaço de visão. No YouTube, isso dá para explorar melhor, com piadas e referências nos cantos ou que cubra a tela inteira.

Pense também em algo inédito para seu vídeo vertical, ou seja, não adianta publicar o seu vídeo na horizontal no stories, que a linguagem e o formato são diferentes.

A gravação

Por ser um formato que limita sua tela, preste atenção no visual. Para a montagem da fotografia, é interessante desfocar o seu fundo e deixar o conteúdo essencial com destaque na frente. Se for você, um texto ou uma imagem, deixa-as bem no centro. Mas fique esperto com as laterais e as partes de cima e de baixo.

O Instagram traz informações que podem atrapalhar a exibição do seu conteúdo. Por exemplo, em cima vão o nome do seu perfil e, caso utilize ferramentas do stories (como máscaras) também irá aparecer um texto. A parte de baixo é dominada pela barra de mensagens ou compartilhamento, então fique atento na hora de produzir. Mas foque sua atenção nas laterais.

Alguns modelos de celular acabam tendo uma tela menor que outros, então coloque textos ou imagens no mesmo padrão para não prejudicar nenhum espectador. Fique esperto com o horizonte da sua imagem. Deixá-la um pouco torta fica mais perceptível quando é exibida na vertical. Então enquadre bem, seja com sua câmera ou celular.

Nessa hora, também não grave tão longe da câmera, para não perder o foco do conteúdo. Mas também não grave tão de perto assim. Ou seja, dê um respiro para o seu espectador, mas não precisa exagerar e mostrar todo o ambiente, a não ser que essa seja a intenção.

Quanto ao enquadramento, preste atenção antes de gravar. Porque caso você precise cortar a imagem para deixar bem enquadrado, seu vídeo pode perder qualidade.

A edição e pós-produção

Ao levar seus arquivos para o programa de edição, adapte-os para conseguir edita-los diretamente na vertical. No caso, basta inverter as proporções de horizontal (1920 por 1080) para vertical (1080 por 1920). E caso você tenha gravado na horizontal, basta enquadrar na proporção correta.

Um fator importante que parece não fazer diferença, mas faz, é a coloração. Pode parecer estranho, mas a coloração do seu vídeo é fundamental para consumir o conteúdo. Afinal, o seu espectador pode assistir em diversas situações com diferentes tipos de luz.

Então, é preciso pensar que seu vídeo vertical possa ser assistido no ônibus, com o sol do meio dia batendo na janela ou deitado na cama com as luzes apagadas. Então, equilibre bem e não exagere na saturação.

Dicas de aplicativos para vídeo vertical

Caso queira explorar ainda mais modelos de conteúdo, você pode ir além do Instagram e usar outros aplicativos.

O Inshot, por exemplo, traz variações de edição, com textos e imagens, e até possibilita acrescentar uma trilha no seu vídeo.

Apenas para vídeo, o Microsoft Hyperlapse Mobile elimina ruídos e deixa o produtor controlar a velocidade. Além de conseguir editar no aplicativo, você pode criar conteúdos diretamente dele.

Também para vídeos, o Lapse It foca em fazer você gravar em stop motion e timelapse, fornecendo ainda mais variedade de produção. O Stories Ads é 100% dedicado a produção de vídeo vertical para stories e IGTV. Nele é possível encontrar modelos prontos, com tempo e resolução já definidos. Basta então escolher o layout e editar com as informações que deseja acrescentar.

E já vem produtores explorando novas formas com vídeo vertical no stories e no IGTV. O cineasta Jesse Driftwood é um exemplo, com vídeos de alta qualidade e que se diferencia de outros conteúdos. No Brasil, André Pilli também se destaca na plataforma, com vídeos bem gravados e com uma edição de alto nível.

Leia também: Atraia clientes com “Stories Highlights” no Instagram

Fonte