Influenciador millenial dá dicas de como vender sua marca nas redes sociais


Com redes sociais crescendo cada dia mais, o marketing não está mais preso aos anúncios padrões e vem focando naquilo que chamamos de marketing de influência. Para vender sua marca, atualmente encontramos diversas maneiras de realizá-lo. E este espaço é dominado por olhares mais jovens, atualizados nas tendências virais. Em entrevista ao site Benzinga, o ator, autor e influenciador Daniel Mignault ensinou um pouco sobre o marketing digital. E também deu cinco dicas sobre como comercializar sua marca no universo das redes sociais.

Leia também: Marketing digital já supera as agências tradicionais de publicidade

Colete dados

Segundo o influenciador, é preciso sempre pesquisar, coletar e executar dados em todas as postagens, campanhas e plataformas. “É importante que você reúna todos os dados referentes a tempos de postagem, determinados conteúdos usados para postagem, atividade do público-alvo, idade, atividade e rendimento em suas diferentes mídias”.

Isso serve como uma maneira de medir o retorno do investimento. E também para usar os dados para descobrir quais plataformas funcionam melhor com sua marca.

Leia também: Saiba tudo sobre o Instagram Analytics e como melhorar sua conta

Entenda a melhor hora de postar

Essa segunda dica retrata sobre o melhor momento de realizar as postagens. “Libere o conteúdo na hora certa (…) Afinal, a mídia social é vasta e é muito importante divulgar seu conteúdo no momento certo”, explica.

E isso é fundamental. Até porque, atualmente o Facebook possui mais de dois bilhões de usuários, junto com o Instagram. Então, é obrigação saber a hora exata de postar conteúdo.

Isso porque o horário de pico é crucial para a exposição e conseguir vender sua marca. “Você será exposto a mais pessoas e permitirá que eles vejam sobre o que é sua marca”, diz. Mignault até exemplifica: No Facebook, quinta feira é a melhor hora da semana para postar. Durante a semana, os horários de pico são das 10h às 15h”. Mas esse horário varia conforme a plataforma, então fique atento quanto a essa observação.

Saiba seus pontos fortes

Um outro importante elemento para vender sua marca é usar as plataformas corretas. “Diferentes plataformas de mídia social têm certas faixas etárias e audiências”, esclarece. Um exemplo é o próprio Instagram.

Por ser uma plataforma online para millenials, eles tendem a ser mais atraídos por imagens. Afinal, de gostam de compartilhar o cotidiano através do stories. Por isso, de acordo com Mignault, uma campanha para um linha de maquiagem provavelmente seria mais adequada no Instagram.

O fato, no entanto, é que essa campanha nessa mídia iria atingir adolescentes que estão começando a experimentar maquiagem e jovens que já usam diariamene.

Influenciador, faça lives

De acordo com o influenciador, o livestreaming está ganhando força como estratégia de mídia social. “As pessoas são naturalmente curiosas e querem saber o que certas marcas fazem nos bastidores”. Ele diz que as lives darão ao seu público uma sensação pessoal de estar mais perto da marca ao incentiva-lo a fazer perguntas.

A ferramenta também pode ser usada para apresentar novos produtos. E isso porque podem ser apresentados em primeira mão, dando certa exclusividade ao seu público. “Com as lives você pode ver os comentários, bons ou ruins, sobre os produtos e criar uma noção de como seu público se sente em relação ao seu item ou serviço“, conta.

Leia também: 3 vantagens de fazer live no YouTube

Ofereça incentivos

“Esta é uma das maneiras de obter um grande público nas mídias sociais e vender sua marca. As pessoas geralmente querem ganhar alguma coisa, e sua marca, dando-lhes o produto em troca de algo, é uma boa maneira de aumentar seus seguidores”, diz o influenciador.

Técnicas para dar brindes incluem fazer seu público responder algo. Então, há chances de marcarem amigos ou seguir sua página. “Isso permite o engajamento, e aumenta a atividade em sua página, dando a você mais seguidores interessados em saber sobre o que são seu produtos”, conclui.

Leia também: Aprenda como melhorar suas campanhas de marketing de influência

FONTE