O que é ser grande no YouTube?


Quantos inscritos um canal precisa para ser grande no YouTube? Essa é a pergunta que ninguém poderá responder com convicção. Apesar de ser uma das redes sociais mais populares do mundo, muitas coisas relacionadas à plataforma não apresentam definição. O tamanho de um youtuber se enquadra nisso. Afirmar que tal influenciador é grande porque tem mais de um milhão de inscritos é puro achismo. Partindo desse pressuposto, tentarei embasar a lógica que eu acredito ser a mais plausível sobre o assunto. Mas, que fique claro, ela está longe de ser a única ou a mais correta.

Megayoutuber

Uma coisa é clara: influenciadores com mais de 10 milhões de inscritos são grandes. Ou melhor, são “megayoutubers”. Dizer o contrário seria loucura da minha parte. Whindersson Nunes, Felipe Neto e cia já se popularizaram dentro e fora da plataforma. São milhões de fãs que assistem todos os vídeos e milhares de marcas à procura de uma campanha. Logo, nesse caso, não tem muita discussão.

Grandes e médios

A maior indefinição está localizada nos chamados grandes e médios. Todo youtuber com mais de 1 milhão de inscritos é grande? Ou é preciso pelo menos 5 milhões para ser nomeado dessa forma? Aqui eu baterei em duas teclas: nicho e relevância. Esses dois fatores são mais importantes que o número de inscritos. Ser um youtuber de cinema com um milhão de inscritos é algo quase único, enquanto um canal de humor ou trollagem com a mesma marca pode ser considerado apenas mais um. Uma coisa eu já adianto, ter um milhão de inscritos no Brasil não significa ser um canal grande. Centenas e centenas já atingiram essa marca. Já cinco milhões, eu enquadraria nessa nomenclatura (pelo menos por enquanto). Entre 500 mil e uns 4 ou 5 milhões é preciso analisar caso a caso. Sempre com as duas palavras que falei acima em mente. PC Siqueira, Rafinha Bastos, Nathalia Arcury e Jout Jout são bons exemplos. Nenhum desses canais chega a 2,5 milhões, mas eles são youtubers grandes. Todos os nomes estão entre os mais conhecidos de seus nichos. Ou melhor, entre os mais famosos do YouTube brasileiro. Outros canais com mais seguidores não apresentam relevância e engajamento semelhante. Esses eu não classificaria como grandes, mas como médios.

É possível ser grande no YouTube com menos de 1 milhão?

Essa é uma pergunta difícil de responder, porém, na minha opinião, é possível. Basta olhar para o canal Super Oito, do youtuber Otávio Ugá. Ele tem “apenas” 857 mil inscritos, mas é de longe o maior do seu nicho. São muitos os canais que tem como foco principal fazer crítica de cinema. Eu diria que é um dos segmentos com mais youtubers. Todavia, por mais que muitos estejam acima de 100 mil inscritos, ninguém chega nem a 600 mil (isso se considerar o canal CAROL MOREIRA nesse nicho, senão esse número é ainda menor).

Ter a maior conta em um nicho tão inchado não te torna grande? Talvez só isso não garanta esse posto. Ele ultrapassa, em quase todos os vídeos, os 100 mil views (o que muitos influencers com milhões de inscritos não conseguem) e já foi integrante do Parafernalha, um dos maiores canais do Brasil. Ainda assim, não sei dizer com clareza se ele é grande ou médio. Por tudo que já apontei, eu o enquadraria no primeiro, mas sem dúvida esse é um dos casos mais em aberto.

Microinfluenciador

O microinfluenciador geralmente está atrelado àqueles que têm entre 10 mil e 100 mil inscritos. Porém, eu não concordo completamente com essa afirmação. Esse valor até faz sentido, mas a definição de um microinfluenciador deve ir além disso. Mais uma vez, nicho e relevância importam. O melhor exemplo que me vem a mente é o canal Série Maníacos. Ele está enquadrado nesse valor de inscritos, mas eu o colocaria como um youtuber pequeno (patamar acima do micro). O seu canal fala única e exclusivamente de séries. Nada de cinema ou cultura pop. Então, ter 85 mil inscritos é uma marca de respeito. Ao olhar mais de perto, seu engajamento também é alto. Sua média de visualizações se aproxima de 20 mil e, em séries mais populares, ele bate constantemente os 100 mil views. Além disso, sua relevância fica mais clara se observarmos a sua proximidade com a Carol Moreira, que tem quase 600 mil inscritos. Ele esteve presente em todas as lives de Westworld no canal dela e as collabs entre eles já virou rotina. Em resumo, acredito que youtubers que se pagam bem (por volta de R$5.000,00) todos os meses, atraem várias marcas e contam com público fiel (de pelo menos 15 mil pessoas) não são enquadrados como microinfluenciadores e, sim, como pequenos.   Sobre nós A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para [email protected]