O que são long tails e por que usá-las?


Long tails

As long tails (na tradução livre: caudas longas) nada mais são do que tags longas e elas são as mais eficientes no YouTube.

Ou seja, na plataforma, o mais correto é utilizar frases como palavras-chave, e não apenas palavras avulsas. Mas por que? O YouTube conta com uma excelente ferramenta de busca que facilita muito o público.

Quer dizer, faz com que os usuários consigam encontrar exatamente o que eles estão buscando. Então, coloque-se no lugar do público, quando vai buscar algo, você coloca só uma palavra relacionada ao tema ou utiliza uma frase que específica o conteúdo que procura?

Provavelmente, você, como a maioria das pessoas, utiliza frases. Por isso, as long tails são tão importantes, elas especificam o seu conteúdo e o direciona exatamente para quem procura aquilo.

Isso te ajudará muito nas buscas, pois a maioria dos canais usam palavras genéricas soltas. long tails

Por exemplo…

Utilizarei como exemplo um vídeo que ensina como fazer bolo de sorvete. Ao utilizar tags curtas, apareceria coisas como “#como”, “#fazer”, “#bolo” e “#sorvete”. Agora, pare e analise cada uma delas.

Pense quantos vídeos vão ter ligados a palavras como “bolo” e “sorvete”. Além de ter vários, eles estarão relacionados desde como fazer cada um desses doces até trollagens envolvendo esses temas.

As possibilidades são infinitas. Além da concorrência ser gigante, é possível que muitas pessoas entrem no seu vídeo sem querer, já que estavam buscando algo totalmente diferente ligado a essas palavras.

Se isso acontecer, esse usuário sairá imediatamente, o que diminuirá o seu watch time. Por outro lado, nesse mesmo caso, para criar long tails, a melhor opção seria fazer uma principal e destrinchá-la em outras parecidas.

A primeira seria “#como fazer bolo de sorvete” e, a partir dela, surgiria “#como fazer bolo”, “#como fazer um bolo diferente”, “#como fazer um bolo de sorvete”, etc.

Nesse caso, até “#bolo de sorvete” é uma boa opção por não ser uma receita tão convencional. Se fosse um bolo de chocolate, não seria uma tag tão efetiva.

E as tags curtas?

Algumas palavras-chave curtas são necessárias. Coisas como o nome do canal e o do youtuber (caso o nome do youtuber não seja igual ao do canal), do quadro da conta ou alguma palavra específica daquele vídeo.

No meu canal, chamado 16mm, fazemos vídeos sobre cinema, a maioria deles na forma de crítica. Então, em todo conteúdo nesse formato uso algumas tags como “#16mm”, “#crítica 16mm”, “#Victor Russo” (ou o nome dos integrantes do canal em determinado vídeo), “#estreia da semana”.

Essas tags, sobretudo as três primeiras, serão importantes principalmente para pessoas que já conhecem o canal. Elas colocarão aquele conteúdo novo na frente dos vídeos anteriores. Assim, o usuário que buscar você terá os seus vídeos em ordem do mais recente para o mais antigo.

LEIA TAMBÉM:

– Metadados: o que são e por que é preciso entendê-los?