Todo influenciador é famoso?


Como a palavra já diz, influenciador é aquela pessoa que tem o poder de influenciar outras pessoas, seja com ideias ou comportamentos. Mas ter 1 milhão de inscritos em seu canal do YouTube significa ser famoso? Todo influenciador é famoso?

Não necessariamente. Influenciadores são famosos dentro de seus nichos. Isso não quer dizer que elas são celebridades conhecidas em todo o país ou no mundo inteiro.

É comum que a maioria das pessoas no Brasil não conheça 99% dos youtubers com 500 mil ou mais inscritos. São poucos como Rafinha Bastos, Felipe Neto, Whindersson Nunes, Kéfera e grupos como o Porta dos Fundos que são conhecidos por todos.

Por mais que o Brasil esteja tendo um crescimento de público acessando a internet. Essa mídia é relativamente nova e a televisão ainda é o meio com mais audiência.

Por isso, os grandes influenciadores geralmente já tiveram alguma relação com a TV. Mas então por que tem tanto influenciador? Quais pessoas eles influenciam?

O que são influenciadores?

Os influenciadores são pessoas basicamente especialistas dentro de determinado nicho. Por isso o influenciador é muito “famoso” para o público dele.

E por mais que a maioria da população ainda não tenha o hábito de usar com frequência redes como o YouTube e o Instagram, dezenas de milhões de pessoas só no Brasil já costumam acessar essas plataformas quase diariamente.

Dessa forma, talvez um influenciador grande não seja famoso no nível celebridade, mas ele será ídolo de muita gente. É como se o YouTube fosse igual ao futebol, todos conhecem Neymar, Cristiano Ronaldo e Messi, mas a grande maioria não saberá quem é um jogador do seu time que você gosta muito.

Mesmo que muitos não o conheçam, a torcida daquele time pode ter milhões de pessoas que são fãs dele. Isso acontece com muitos nichos com vlogs, games, cinema, beleza, moda, entre outros. No YouTube, os nichos seriam os times.

Você talvez conhecerá todos os youtubers do seu nicho, até mesmo os micros, mas não saberá quem são pessoas maiores de outros que não te interessam tanto.

Seguindo essa lógica, as empresas perceberam que influenciadores não são tão caros para realizar campanhas quanto celebridades como Neymar, Ivete Sangalo e Luan Santana, mas o poder de influência deles dentro daquelas centenas de milhares de seguidores talvez seja até maior.

Vale mais a pena chegar para 1 milhão de pessoas por meio de alguém que elas confiem do que para 100 milhões que não vão se interessar por aquilo.

Essa é a razão do marketing de influência estar crescendo tanto. E a tendência é continuar crescendo devido ao crescimento da internet como substituta da televisão.